Chuva de 55 milímetros em menos de 2 horas tirou 29 pessoas de casa em Varginha, MG

Moradores tiveram que sair de casa em locais condenados pela Defesa Civil.

A forte chuva que caiu em Varginha (MG) na noite de quarta-feira (12) transformou ruas em rios e assustou moradores.

Vinte e nove pessoas ficaram desalojadas.

Choveu 55 milímetros em menos de duas horas.

No bairro Campos Elíseos, muita terra desceu do barranco e foi parar na Rua José Adélio Rezende.

Foi tanta terra, que parte chegou até a mina do bairro.

A lama dificultou o acesso de quem queria pegar água.

A Vigilância Sanitária recomendou que a água não seja tomada em períodos chuvosos.

Na MG-167, saída de Varginha para Três Pontas, que é bem movimentada, uma parte foi interditada depois do asfalto e uma calçada cederem.

Sem calçada, pedestres se arriscaram pela rodovia.

Durante a tarde, a prefeitura reforçou a sinalização no local.

Chuva de 55 milímetros em menos de 2 horas tirou 29 pessoas de casa em Varginha Reprodução EPTV O Ribeirão Santa Maria transbordou e rapidamente as ruas ficaram cheias de água.

O asfalto se soltou em alguns pontos.

No bairro Cidade Nova, um muro de arrimo caiu em um quintal.

Criações morreram soterradas.

A moradora foi orientada pela prefeitura a deixar a casa.

"Eu tenho mais medo é da noite, de dormir, já até já conversei com minha mãe que à noite vou para a casa dela.

Mas agora eu tenho que ficar aqui, porque está tudo aberto, eu tenho os cachorros, como eu vou fazer?", disse a cabeleireira Marilena Pinheiro. No conjunto de casas onde o muro cedeu, moram pelo menos quatro famílias.

Com medo, algumas foram embora depois da chuva.

Mas outras dizem que não têm para onde ir.

"Pediu pra fazer a evacuação do lugar, que estava perigoso e risco, que não era pra gente ficar aqui não.

Mas não tem lugar pra onde ir, tem que ficar aqui né", disse o vendedor Oilede de Rodrigues. Veja mais notícias da região no G1 Sul de Minas
Categoria:MG - Sul de Minas